Qual é o papel do marketing digital no agronegócio?

Boom da internet no setor traz inúmeras possibilidades de colocar essa estratégia em ação para fazer sua empresa ser reconhecida e crescer


Table of Contents


Ilustração: um agricultor trabalhando no campo, representando o papel do marketing no agronegócio.O marketing pode ajudar o agronegócio a divulgar sua importância para o mundo, agregar valor aos produtos, potencializar vendas, identificar os perfis dos clientes para atrair mais e melhor seu público-alvo e até gerar impacto positivo nas causas socioambientais.

Tudo isso? Sim! E o melhor: cada dia mais é possível fazer marketing usando os recursos já disponíveis na internet e gastando bem menos do que há alguns anos, quando, ao se falar nesse tipo de estratégia, só se pensava em anúncios (extremamente caros) em redes de TV e rádio ou em revistas especializadas.

Neste artigo, vamos detalhar o papel do marketing para o agro, mostrar quais os canais mais usados hoje, todos os benefícios dessa estratégia, e, claro, vamos mostrar como você pode aplicar tudo isso na sua marca.

Afinal, qual é o papel do marketing no agronegócio?

O marketing pode ser muito usado em toda a cadeia de produção do agronegócio, desde os fornecedores de insumos, passando pelas propriedades rurais, as empresas de processamento, atacadistas, varejistas, até chegar ao consumidor final.

Nesse processo, o marketing contribui principalmente em três frentes:

Melhora no relacionamento com os clientes

O objetivo é entender as necessidades dos consumidores e, em certa medida, os valores que estão sendo demandados por toda a sociedade.

Com o uso do marketing no agronegócio, é possível estreitar o relacionamento com a comunidade em geral e com os potenciais clientes. 

Aumento do valor e autoridade da marca

É graças a uma boa estratégia de marketing (combinada com ações reais, claro) que as empresas conquistam, ao longo do tempo, o posto de “referências de qualidade” em seus nichos. 

No cenário online, com a ajuda do marketing de conteúdo, é possível se tornar autoridade inclusive para aqueles que não conhecem sua marca, mas que vão encontrar boas informações divulgadas por ela em uma simples busca no Google. Falaremos disso mais adiante.

Aumento das vendas

Se você melhorou o relacionamento com os clientes, passou a se comunicar e vender de forma cada vez mais personalizada para seu público-alvo, virou referência no mercado, ganhou uma marca com valor agregado e facilmente reconhecida dentro e fora da internet, qual a consequência óbvia para tudo isso? O aumento das vendas, claro!

Sem contar que, por meio do marketing digital, está cada dia mais fácil e barato divulgar seus produtos, seja dentro do seu próprio site, em uma lojinha virtual ou em um grande marketplace.

Quais são os canais de marketing utilizados no agronegócio?

Ilustração abstrata: uma mão com um megafone saindo de um silo.São inúmeros. E eles podem ser offline ou online.

Os principais canais de marketing offline são:

  • eventos e feiras do agronegócio;
  • anúncios no rádio, em TV e em revistas e jornais, especializados ou não;
  • outdoors;
  • informativos, panfletos e folders;
  • envio de brindes para clientes;
  • viagens e eventos técnicos.

No entanto, os canais de marketing estão cada dia mais voltados para o universo digital, com uso, por exemplo, de blogs, redes sociais, ebooks, webinars, dentre outras tantas ferramentas.

Por duas razões principais:

  • é possível fazer marketing digital de qualidade sem gastar muito dinheiro;
  • e porque a eficácia e o retorno já são comprovados.

Mas vale a pena fazer marketing digital no mundo agro?

Sim, vale! Estamos falando de um universo que está cada dia mais digitalizado. Segundo a oitava pesquisa Hábitos do Produtor Rural, da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agro, lançada em 2020:

  • 94% dos produtores rurais têm smartphone (em 2017, quando tinha saído a pesquisa anterior, eram apenas 61%);
  • A oferta de internet no meio rural está disponível para 91% dos produtores de animais e 88% para os agricultores;
  • 57% dos entrevistados são heavy-users: acessam a rede 15 ou mais vezes por dia;
  • 74% dos produtores usam a internet para se atualizar;
  • 76% dos produtores usam Whatsapp para realizar negócios.

E esses percentuais devem ficar ainda mais expressivos agora em 2022, depois de dois anos de uma pandemia que fez explodir os negócios digitais.

Entre as principais vantagens do marketing digital no agronegócio estão:

  • Você pode oferecer conteúdo de qualidade para seu público-alvo, o que vai aumentar a confiança no seu negócio e também a chance de potenciais novos clientes;
  • Pode segmentar seu público-alvo para oferecer conteúdos e anúncios patrocinados cada vez mais personalizados, o que os tornam mais bem-sucedidos;
  • Com a presença online, à mão de qualquer um que fizer uma pesquisa no Google, você pode colocar sua marca em evidência e pode ser encontrado mais facilmente;
  • Pode conhecer melhor os hábitos de consumo do público que você quer engajar e acompanhar a jornada de compra do cliente;
  • É muito mais fácil medir os resultados e adotar apenas as estratégias que deram mais certo.

Como usar marketing digital no agronegócio? 

Várias imagens de produtos agrícolas em telas de dispositivos eletrônicos.

OK! Mas como podemos usar o marketing digital no agro? Existem várias formas, mas vamos destacar as quatro principais:

1. Faça um website

Esse é o ponto de partida para sua estratégia de marketing. Ter um site com todas as informações, produtos e serviços agrícolas da sua empresa faz com que seus consumidores te encontrem mais rapidamente online, atribuindo à sua marca todos os benefícios que falamos no tópico anterior.

É importante caprichar. Faça um site bonito, com um conteúdo que seja a cara da sua empresa, para impressionar e, principalmente, fazer o cliente confiar em sua marca.

2. Cheque seu SEO

Em seguida, é preciso garantir que seu site seja encontrado pelo Google e demais motores de busca.

SEO, ou Search Engine Optimization (em português, otimização para motores de busca) é uma técnica que consiste no uso de palavras-chave que o Google irá indexar, ler e analisar no seu website. Ter esforços de SEO eficazes fará com que o site do seu agronegócio seja encontrado mais rapidamente nas pesquisas do Google de acordo com o que o usuário estiver pesquisando. 

Por exemplo, se você trabalha com soja feita de maneira orgânica e seu agronegócio está localizado em São Paulo, tenha certeza de que seu site utilize essas palavras-chave: “soja”, “orgânica” e “São Paulo”. A dica aqui é sempre pesquisar previamente quais são as palavras-chave mais procuradas no seu segmento.

especialista-seo

3. Produza conteúdo de qualidade

Seus clientes precisam ler, ver e ouvir você. Você pode investir em vídeos, podcasts e vários outros formatos. Quanto mais seu cliente souber quem é você, o que faz, como faz, o que vende e como vende, mais pronto ele estará para adquirir seu produto.

O ideal é que você tenha um blog – sempre levando em consideração seu SEO – e produza conteúdo informativo, educativo e de vendas sobre seus produtos. 

Também vale investir em conteúdos mais ricos, como eBooks, PDFs e infográficos. Com esses materiais você poderá realizar uma oferta em troca de algo: receber o email e outras informações sobre o seu cliente.

Com isso em mãos, sua estratégia de marketing fica muito mais eficaz, à medida que você conhece melhor seu consumidor, onde ele está, quais são suas preferências e o que ele pensa e sente sobre sua marca.

Além disso, você pode segmentar esses contatos entre parceiros, fornecedores, distribuidores e consumidores, a fim de que toda sua cadeia de produção, distribuição e venda possa ser feita via digital.

Nova call to action

 

4. Esteja nas redes sociais

Como mostramos antes, os produtores rurais estão cada dia mais engajados com a internet e as redes sociais. 

O WhatsApp, por exemplo, se tornou um importante canal de comunicação e de negócios. O YouTube quase triplicou de importância entre 2017 e 2020, segundo a 8ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural, da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agro.

É importante aproveitar esse potencial das redes sociais para apresentar seu produto e também interagir com seu público-alvo e se mostrar sempre disponível para fechar novos negócios.

As redes sociais também estão substituindo cada vez mais o famoso “boca a boca”, ao possibilitar avaliações de clientes sobre produtos, serviços e marcas.

O marketing de conteúdo vai te ajudar a se destacar tanto nas redes sociais quanto em todos os canais que você decidir usar para divulgar sua marca, seja no seu site ou em blogs, vídeos, podcasts etc. Se quiser saber mais a respeito, entre em contato conosco e converse com um especialista no assunto!

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts