Otimização de Conteúdo: o que é e como fazer

Otimizar o conteúdo é uma forma prática para manter as páginas em alta nos mecanismos de busca


Table of Contents


Ilutração: três pessoas segurnado tablets com gráficos e planilhas, representando a otimização de conteúdo.
A otimização de conteúdo é um dos processos importantes para SEO

Ao mesmo tempo, é justamente onde boa parte dos profissionais possuem maiores dificuldades. 

Isso porque a otimização não é um processo que tem início, meio e fim. Trata-se de uma lógica aplicada aos conteúdos do site ou blog corporativo ao longo do tempo. 

Isso quer dizer que blog posts e landing pages são revisitados de tempos em tempos, adequando-se às necessidades do usuário, às tendências do mercado e, claro, às conclusões tiradas após a análise de dados. 

Se você quer saber mais sobre a otimização de conteúdo, como funciona e algumas dicas para fazê-lo, continue lendo o texto. A seguir, descubra alguns truques e detalhes que o ajudarão a tornar essa prática recorrente. 

O que é otimização de conteúdo?

Otimização de conteúdo é um processo que tem como objetivo melhorar artigos, páginas de blog ou páginas de produto para que tenham uma melhor performance nos mecanismos de busca. Com isso, é esperado que consigam um melhor posicionamento nesses buscadores, especialmente no Google. 

A otimização é um processo contínuo e cíclico, que deve ser realizado periodicamente para manter o bom desempenho das páginas. 

Ela se inicia com o planejamento de conteúdo, um documento essencial a qualquer estratégia de conteúdo

Nessa etapa são definidas as palavras-chave, estágio do funil de vendas, objetivo do texto, formato do conteúdo e, muitas vezes, a estruturação dos tópicos (headings) que compõem o artigo.

Durante a criação do texto, o redator responsável se baseia no plano para criar um texto. Nesse momento, as técnicas de otimização devem ser aplicadas desde já. 

Algumas agências de conteúdo optam por realizar a otimização posteriormente, por meio do auxílio de um profissional de SEO. Esse é um processo que pode ser uma faca de dois gumes, já que o resultado final pode ficar incoerente. 

O ideal, nesse caso, é que haja conhecimento do próprio redator tanto nas melhores práticas de escrita para web quanto de otimização para mecanismos de busca. Esse tipo de profissional é conhecido como redator SEO.  

Mas o trabalho não para por aí. 

O topo do Google (e outros motores de busca) é um local acirrado, onde milhares de páginas concorrem pelo ranqueamento, incluindo novas peças de conteúdo. 

Por isso, há a recomendação de revisitar alguns textos pontualmente, visando realizar outras ações de otimização, sobre as quais falaremos a seguir. 

Como funciona a otimização de conteúdo?
Ilustração: homem fazendo gestos com as mãos, como se conectasse páginas da web.

Como dito, a otimização de conteúdo se inicia logo no planejamento das peças e é aplicada na prática durante a redação do texto. 

Contudo, é necessário retornar às páginas quando é identificada a queda em sua performance, um desempenho abaixo do esperado ou simplesmente a necessidade de ranqueamento para outras palavras-chave. 

Para facilitar o entendimento, vamos recorrer a um exemplo prático. 

Imagine que você tenha uma página de blog que gera boa parte dos leads de sua estratégia de inbound. 

Em dado momento, é detectada uma redução na taxa de crescimento da base e, ao conferir o seu posicionamento no Google, você percebe que foram perdidas três posições na busca orgânica

Assim, é necessário realizar uma otimização de conteúdo, visando recuperar o posicionamento perdido. 

Em outro caso, você publicou um conteúdo que esperava que teria um bom posicionamento no Google, mas os resultados foram abaixo do previsto. 

Mais uma vez, é possível acionar a otimização de conteúdo para realizar melhorias pontuais. 

A seguir, veja quais são as atividades possíveis para aprimorar as páginas existentes. 

Otimização técnica

A otimização técnica consiste na correção de elementos técnicos de uma página. 

Nem sempre isso quer dizer que houve erro no momento da redação. Essa necessidade pode surgir em casos de atualização do algoritmo, novas tendências de palavras-chave ou mudanças estratégicas, por exemplo. 

Aqui são realizadas alterações pontuais em elementos como SEO title, headings (h1, h2, h3 etc.), meta description, URL, CTA, links, entre outros. 

Otimização de imagens
Ilustração abstrata: homem com um lápis na mão, enquanto vários símbolos relacionados à arte flutuam ao seu redor.

A otimização de imagens ocorre quando há a necessidade de substituição ou adição de imagens para enriquecer um texto. 

Essa é uma boa prática para conteúdos que possuem uma performance regular (como aqueles que ranqueiam entre as primeiras dez posições do Google, por exemplo), mas que precisam de melhorias. 

Uma boa solução para melhorar ainda mais a experiência de página do usuário é a criação de infográficos. 

Outras práticas também realizadas nesse processo são o redimensionamento, a compressão, a adequação de formatos e a reescrita de alt texts. 

Extensão de conteúdo

A extensão de conteúdo ocorre quando há, de fato, o aumento na quantidade de caracteres de um texto. 

Ou seja, o aumento do conteúdo, visando novas palavras-chave ou explicando o tema de maneira mais aprofundada. 

Essa é uma ação frequentemente utilizada em pillar pages, que visam sanar qualquer dúvida do usuário sobre um assunto.

Atualização de conteúdo

A atualização de conteúdo se refere à alteração pontual de conteúdo. 

O Googlebot (e demais algoritmos de busca) apreciam essa prática, já que os conteúdos podem se tornar antiquados ao longo do tempo. 

Assim, é possível realizar updates em dados, estatísticas, indicadores, datas, entre outros. 

Contudo, outras modificações podem ser necessárias, como no caso de mudanças de processos, novas informações a respeito de um tema ou até mesmo correções. 

Essa é uma prática muito aplicada em portais noticiosos, já que é possível se aproveitar da autoridade de uma página para trazer ainda mais novidades para o leitor, sem perder a força da página. 

Refação de conteúdo

A refação de conteúdo é o ato de reescrever todo o conteúdo do zero. 

Isso ocorre quando o conteúdo original é de baixa qualidade, torna-se obsoleto ou traz informações incorretas, por exemplo. 

Ao refazê-lo, você garante a autoridade adquirida pela página ao longo do tempo. Lembre-se que a idade da página é, também, um importante fator de ranqueamento. 

Assim sendo, mesmo os textos antigos que não geram muitas conversões podem ter suas URLs aproveitadas para gerar bons resultados. 

A refação também pode acontecer quando há mudanças em páginas de site, como a reestruturação de serviços prestados pela empresa ou mudanças na equipe. 

Reestruturação de conteúdo

A reestruturação de conteúdo se refere à formatação do artigo, que tem como objetivo melhorar a escaneabilidade. 

Ou seja, são mudanças meramente visuais no texto, como:

  • Redução do tamanho dos parágrafos
  • Inclusão de bullet points
  • Listas numeradas
  • Substituição da ordem de tópicos
  • Espaçamento
  • Alinhamento
  • Negrito, itálico e sublinhado 
  • Adição de table of contents
  • Fonte e tamanho da fonte
  • Recuo. 

Não há dúvidas de que a otimização de conteúdo é uma ação valiosa para a sua estratégia. 

Além de auxiliar no desempenho de campanhas, também poupa tempo das equipes e pode fazer com que você alcance melhores resultados com menos esforço. 

Se você deseja receber outros conteúdos como esse, inscreva-se na nossa newsletter. 

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts