Google troca tags de título por nome de site nos resultados

Mudança se aplica a buscas feitas em dispositivos mobile; entenda!


Table of Contents


Ilustração: uma mulher com uma lupa olha para um dispositivo móvel, cuja tela exibe a página inicial do Google.No dia 14 de Outubro de 2022, o Google lançou uma modificação para páginas de resultado em dispositivos móveis. A partir da data, passou a ser exibido apenas o nome do site na SERP quando as buscas feitas são relativas ao website como um todo.

Embora o Google tenha dito que isso não afeta imediatamente os resultados dos sites brasileiros – mudança será aplicada para outros idiomas gradualmente –, é possível notar que isso já acontece em alguns casos.

Anteriormente, o dono de um site podia inserir outras informações, incluindo elementos de copy na tag de título, como no exemplo abaixo. 

Visualização do resultado do site da Magazine Luiza no desktop e no mobile.

Visualização do resultado do site da Magazine Luiza no desktop x Visualização do resultado do site da Magazine Luiza no mobile

Essa prática continua ativa em desktops, mas no mobile apenas o nome do site será mostrado na SERP

Se você quer saber mais sobre o assunto, como ele afeta os profissionais de SEO e como indicar ao buscador qual é o nome do seu site, continue a leitura. 

O que é uma tag de título (title tag)?

Uma tag de título é uma marcação em HTML que indica qual é o título da página. Ele é visualizado nos resultados de pesquisa dos mecanismos de busca e influencia diretamente na taxa de cliques (CTR) de uma página na web.

As title tags possuem uma limitação definida em pixels: 512, o que equivale a aproximadamente 55 caracteres. Quando esse limite é ultrapassado, o próprio mecanismo realiza um corte, exibindo a pontuação de reticências (...) em vez do conteúdo adicional. 

Qual é a importância da tag de título para SEO?

Para o SEO, a tag de título representa uma oportunidade para atrair clique. Isso porque é um dos mais importantes elementos para chamar a atenção do usuário, fazer com que ele identifique sobre o que se trata determinada página.

Resultado do Google para "Prosperidade Conteúdos" no mobile.Em páginas iniciais de sites corporativos, por exemplo, é uma oportunidade de inserir mais informações sobre a empresa, como no caso da imagem acima, que traz o nome do negócio e adiciona “agência de marketing digital”.

A importância do title tag é ainda mais evidente em blog posts.

Resultado no Google para "Prosperidade Conteúdos" no desktop.

Nesse caso, é possível utilizar técnicas de copywriting para estimular o clique, aplicar variadas palavras-chave para ranqueamento e trazer uma previsão sobre o escopo do texto para o usuário. 

Assim, títulos chamativos ou que correspondam à intenção de busca do usuário têm maiores chances de atrair visitantes. 

Como o Google identifica o nome do site?

Para identificar o nome do site (aquele que será exibido nos resultados de busca), o Google utiliza origens diferentes. Contudo, o administrador pode indicar ao buscador qual é o nome de sua preferência por meio de dados estruturados. 

É importante frisar que o nome do site é diferente do link do título. O primeiro caso trata-se de um site inteiro, enquanto o segundo se refere a páginas específicas.

Ao apontar um nome do site por meio dos dados estruturados, você facilita o trabalho do buscador. 

O que muda com a nova atualização de nome do site do Google?

Uma mão segura uma lupa sobre um dispositivo móvel.Com a nova atualização exclusiva para dispositivos móveis, o Google espera um nome genérico para que o usuário identifique imediatamente a página que irá acessar.

Na prática, isso significa que as páginas de busca que exibem resultados para um site inteiro (ou a home page) no mobile passam a mostrar apenas o nome do site como link clicável. 

Pelo menos por enquanto, a regra será aplicada somente para páginas em nível de domínio, não para níveis de subdomínio e subdiretório.

Para facilitar o entendimento desses conceitos, veja alguns exemplos da aparência de domínio, subdomínio e subdiretório: 

  • Domínio: www.nomedosite.com.br (regra válida)
  • Subdomínio: blog.nomedosite.com.br (regra não é válida)
  • Subdiretório: nomedosite.com.br/blog (regra não é válida)

Isso significa que a atualização atinge, essencialmente, as buscas por marcas. 

Quando um usuário buscar por “Prosperidade Conteúdos” no Google via dispositivos móveis, em vez da title tag “Prosperidade Conteúdos - Agência de Marketing Digital”, ele verá apenas “Prosperidade Conteúdos”. 

O mecanismo indica que parte do pressuposto que, ao digitar o nome da marca na caixa de buscas, o usuário sabe exatamente para onde deseja ir e não precisa de informações adicionais, deixando a página de resultados mais limpa. 

Ou seja, quando o usuário quer poupar o tempo de digitar a URL do site no navegador e apenas insere o nome da marca para fazer a busca, em uma prática semelhante ao que gera o tráfego direto, mas utiliza o buscador como intermediário. 

No mesmo update, o Google revelou que irá exibir junto ao nome do site o favicon (uma pequena imagem com o ícone do site), auxiliando ainda mais o usuário na identificação. 

Nesse caso, a recomendação é seguir as diretrizes para criação de favicons, com o tamanho de um múltiplo de 48 pixels. Ou seja, 48 x 48, 96 x 96, 144 x 144 e assim por diante. 

O algoritmo do Google recebe atualizações regulares. Se você quer ficar por dentro das principais, inscreva-se na nossa newsletter e receba essas informações diretamente na sua caixa de entrada.

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts