O que é marketing educacional e quais as principais estratégias

Aplicação correta ajuda na captação de novos alunos e retenção dos que já fazem parte da escola


Table of Contents


Ilustração: uma mulher lendo um livro, representando o marketing educacional.Instituições de ensino devem estar sempre atentas às tendências e ao que há de novo no mercado. E isso não vale apenas ao que diz respeito às técnicas de educação, como também ao que o seu público considera atraente para escolhê-la para a sua formação. E é por isso que o chamado marketing educacional é um grande diferencial, capaz de aumentar a sua competitividade na área.

O marketing educacional nada mais é do que um conjunto de estratégias que colaboram para uma maior captação de alunos para uma instituição educacional. Por meio dessas ações, a escola estabelece como quer ser conhecida pela comunidade, reforçando suas principais características e o que a diferencia dos concorrentes.

Ele pode estar presente nos diferentes tipos de instituições de ensino, como:

  •       Escolas Universidades
  •       Escolas infantis
  •       Cursos online
  •       Pré-Vestibulares
  •       Aplicativos de Comunicação
  •       Escolas de idiomas

Por que as instituições de ensino precisam do marketing educacional?

Por meio de ações e ferramentas específicas, o marketing educacional colabora para que a escola assuma uma posição de destaque na comunidade, mostrando não apenas qualidade educacional, como também, vanguardismo em relação a formas de comunicação. O resultado disso é a atração de um número maior de alunos.

E os benefícios do marketing permanecem após a captação desses estudantes. Isso porque as estratégias criam um relacionamento mais próximo e personalizado, o que se torna um importante fator de retenção deles. Afinal de contas, pais e alunos desejam se sentir ouvidos e perceber que suas demandas são atendidas. 

Como colocar em prática o marketing educacional?

Imagem abstrata: uma pessoa estudando com o notebook no colo. No lugar de sua cabeça há uma nuvem.Para que seja realmente possível atrair novos alunos por meio do marketing educacional, é preciso que você consiga falar com o público certo. De nada adianta direcionar o conteúdo de um curso pré-vestibular, por exemplo, para alguém que já se formou na faculdade e está inserido no mercado de trabalho, concorda?

São muitos os fatores que devem ser levados em consideração aqui. Por isso mesmo, é tão necessário contar com um time de especialistas que vão saber identificar as reais necessidades da instituição e estabelecer as estratégias mais eficientes para cada caso.

Alguns pontos importantes são:

  • Identificar seu público-alvo;
  • Ouvir seus clientes (nesse caso, pais e alunos) para compreender o que eles pensam da instituição, como a avaliam, e quais pontos devem ser trabalhados;
  • Fazer um estudo da concorrência;
  • Definir a identidade da instituição;
  • Analisar pontos fortes e fracos.

Para que essa estratégia seja acertada, é preciso criar a persona da sua instituição. Trata-se de um personagem fictício, que reúna características que representem o seu público. 

Isso ajuda a estabelecer com quem você quer falar, que tipo de conteúdo esse público quer consumir, qual a linguagem ideal para se comunicar com ele, entre tantos outros pontos.

Isso pode ser feito por meio de pesquisas e entrevistas com potenciais alunos, por exemplo. Há, inclusive, ferramentas na internet que ajudam na criação dessas personas.

Principais estratégias de marketing educacional

Imagem: uma mulher mergulhando em um livro.Uma vez que esse primeiro estudo foi realizado, é hora de colocar em ação as práticas de marketing. Algumas das estratégias mais eficientes são:

Marketing de conteúdo

É importante criar um calendário editorial para a elaboração de conteúdos informativos sobre temas que fazem parte do universo da escola e que interessem ao seu público. Esses textos devem ser publicados no blog e no site da instituição, assim como em suas redes sociais. 

Vale considerar que pessoas que estão pesquisando sobre a sua escola desejam saber mais sobre métodos e materiais utilizados, como é o dia a dia dos alunos, eventos promovidos, leituras que fazem parte da grade curricular, entre outros temas que ajudem na hora de comparar com outras instituições e então fazer sua escolha. 

Mas, para isso, é preciso criar textos atrativos, que realmente agreguem valor e não pareçam uma simples publicidade.

Omnichannel

Uma das estratégias mais presentes no marketing atualmente, o omnichannel é o uso simultâneo de diferentes canais de comunicação, oferecendo uma experiência mais completa.

Isso quer dizer que a instituição pode usar diferentes meios para se comunicar com o seu público, seja no ambiente online (sites, emails, aplicativos e outros), offline (revistas, banners etc) ou até mesmo na comunicação interna.

Com isso, as informações são divulgadas de forma mais ampla, atingindo diferentes perfis. Por exemplo: pais que estão pesquisando escola para seus filhos podem usar o Whatsapp da instituição para tirar dúvidas, enquanto os potenciais alunos, provavelmente, irão fazer a pesquisa nas redes sociais.

É preciso que a linguagem da escola esteja alinhada em todos os canais, assim como o atendimento deve manter a mesma qualidade em todos eles.

Marketing de experiência

Essa é uma tendência que ajuda na captação de novos alunos. Por meio dela é possível mostrar o serviço oferecido de uma forma mais atrativa como, por exemplo, em um tour presencial ou virtual, mostrando todas as instalações da escola e tirando todas as possíveis dúvidas. Outra possibilidade é dar aulas experimentais para mostrar, na prática, suas técnicas de ensino.

Redes sociais

Não tem como falar de marketing nos dias atuais sem estar presente nas redes sociais. Elas possibilitam um relacionamento mais próximo com os alunos, incentivando o compartilhamento do ambiente escolar e suas vivências ali. 

Além, é claro, de ser essencial para apresentar a instituição para outras pessoas que possam se interessar em fazer parte desse ambiente. Também é importante usar esses canais para mostrar novidades, ações internas e reforçar sua autoridade.

Conteúdo em vídeo

Por meio da produção e postagens de conteúdos em vídeo é possível apresentar melhor a estrutura física da escola, além de mostrar sua autoridade com conteúdos educacionais – como “pílulas” de truques para aprender matérias ou explicações de temas que estão em alta na sociedade naquele momento. Esse é um formato que tem grandes chances de viralizar e aumentar o alcance da instituição.

Chatbots

Essa é uma boa ferramenta para automatizar e agilizar o atendimento aos interessados em se matricular na instituição ou, ainda, aos próprios alunos. Assim, perguntas simples e recorrentes podem ser respondidas de forma mais rápida. Com isso, o atendimento feito por funcionários fica destinado às dúvidas mais complexas, que exigem um maior tempo de dedicação.

Email Marketing

Uma das ferramentas mais eficientes para se comunicar com a comunidade escolar, o email marketing permite anunciar novidades, promoções, iniciativas, entre tantos outros tipos de informações relevantes. 

No artigo contido neste link explicamos melhor como essa ferramenta pode ser utilizada nas instituições de educação e quais as estratégias para que ela atinja o público certo – e, assim, tenha um efeito positivo na captação de novos alunos, além na retenção daqueles que já fazem parte da sua comunidade escolar.

Neste artigo, apresentamos as vantagens de investir no marketing educacional. Então, se você deseja contar com uma agência especializada no assunto, entre em contato conosco. Será um prazer avaliar as suas necessidades e elaborar uma estratégia personalizada para a sua escola. 

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts