App Marketing: o que é e como usá-lo nos aplicativos

Saiba como funciona o marketing para aplicativos


Table of Contents


Ilustração de um dedo tocando na tela de um celular.O app marketing é uma tendência de marketing digital que veio para ficar. 

Para se ter uma ideia, a receita gerada entre 2020 e 2021 por aplicativos aumentou em 145% (State of App Marketing Brazil, 2021). 

No mesmo período, o número de downloads no Brasil subiu para 2,6 bilhões, o que representa um crescimento de 20%. 

Outro estudo, denominado Tendências e Comportamentos Digitais do Brasil (Comscore, 2021), revela que há no Brasil 112 milhões de usuários de smartphones. Além disso, mostra que o uso de aplicativos representa mais de 90% do tempo consumido nos dispositivos móveis. 

Pois é, não há dúvidas de que os aplicativos vieram para ficar. E, para fazer com que um app se destaque entre um mar de opções, é preciso investir em marketing. 

Se você quer saber o que é, qual é a importância e como implementar o app marketing, chegou ao lugar certo. 

No texto a seguir, descubra as respostas para essas questões e conheça outras informações sobre o mercado de aplicativos no Brasil. 

Afinal, o que é App Marketing?

App Marketing (ou Marketing para Aplicativos) é um conjunto de ações de marketing que visam realizar conversões em um aplicativo. Elas podem ser definidas como downloads, compras, compras in-app ou até mesmo a retenção de usuários. 

Em outras palavras, se refere a todas as atividades de marketing que têm como função potencializar os ganhos de um aplicativo móvel, motivo pelo qual muitas vezes é também chamado de Mobile App Marketing. 

De acordo com a pesquisa State of App Marketing, o número de instalações não-orgânicas — ou seja, estimulada por anúncios — aumentou em 178% no Brasil entre 2019 e 2021, fato potencializado pela pandemia de COVID-19. 

Isso mostra o quanto o marketing para aplicativos é importante. O mesmo estudo revela que quase 70% das instalações de apps no primeiro trimestre de 2021 foram impulsionadas com investimentos em anúncios. O que “é um indicativo do nível de maturidade das empresas no universo mobile”, de acordo com o material. 

Não à toa, foram investidos quase 1,2 bilhão de dólares em campanhas de aquisição em 2020. 

A maior parte das estratégias voltadas a aplicativos no Brasil ainda é focada na mídia paga. Entretanto, mercados mais maduros trabalham também por meio de outros canais, como o marketing de conteúdo, as redes sociais, o marketing de influência e até mesmo o email marketing. 

Podemos dizer que o app marketing emerge como uma resposta à alta competitividade no ambiente de dispositivos móveis. As lojas de aplicativos exibem muitas opções e, em contrapartida, o espaço disponível para armazenamento é limitado.

E a tendência é que a alta competição fique ainda maior com o desenvolvimento da área e o surgimento de novos softwares. 

Qual é a importância do App Marketing?

Ilustração de um braço saindo da tela de um celular. A mão segura um megafone.O app marketing é muito importante para a divulgação e obtenção de lucros recorrentes. Afinal de contas, aplicativos são negócios e seus desenvolvedores visam a rentabilidade como em qualquer outro modelo administrativo. 

As estratégias de marketing para aplicativos podem cumprir uma série de funções, como: 

  • Aumentar o número de instalações
  • Aumentar as compras in-app
  • Aumentar a taxa de retenção
  • Aumentar o número de assinaturas
  • Aumentar a duração da sessão
  • Reduzir a taxa de desinstalação
  • Reduzir o CPI (custo por instalação)
  • Reduzir o churn rate.

Quais são as estratégias de App Marketing?

As estratégias de app marketing são variadas e podem ser aplicadas em diferentes canais. 

A seguir, conheça algumas das principais. 

Mídia Paga

A mídia paga é a estratégia de app marketing mais utilizada pelos desenvolvedores. 

Normalmente, é realizada por meio de links patrocinados em plataformas sociais, mecanismos de buscas, lojas de aplicativos ou até mesmo em outros aplicativos. 

Pesquisa de mercado

A pesquisa de mercado é realizada antes mesmo do planejamento estratégico.

Pode ser quantitativa ou qualitativa e traz insights valiosos para começar a criar o plano de marketing do aplicativo.  

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo visa criar materiais relevantes para o público e, assim, estreitar os laços entre a audiência e a marca. 

A principal ferramenta utilizada para tal é o blog, onde são criados conteúdos otimizados para mecanismos de buscas. 

Otimização para Mecanismos de Buscas

Além de sua aplicação no marketing de conteúdo, a otimização para mecanismos de buscas pode ser utilizada em outras plataformas, como as próprias lojas de aplicativos. 

Redes Sociais

As redes sociais são ótimas para gerar engajamento e reter os usuários, mas também podem servir como porta de entrada para novos downloads. 

Plataformas Cruzadas

A plataformas cruzadas permitem que funcionalidades sejam acessadas em múltiplos dispositivos e também impulsionam a divulgação. 

Marketing de Influenciadores

O marketing de influenciadores é uma boa pedida para desenvolvedores de apps. 

Nele são estabelecidas parcerias com pessoas influentes em suas áreas para divulgar o produto. 

Retargeting

Ilustração de uma mão, que segura um íma, saindo da tela de um celular.O retargeting é uma estratégia muito utilizada para atrair pessoas que já utilizaram o aplicativo antes, mas por alguma razão optaram por desinstalá-lo. 

Notificações Push

As notificações push são mensagens enviadas pelo próprio aplicativo e auxiliam na retenção ou conversões de vendas, por exemplo. 

O app marketing ainda engatinha no Brasil. Contudo, de acordo com as pesquisas, certamente se tornará cada vez mais popular. 

Se você gostou deste texto, veja também como uma agência de marketing digital full service pode ajudar empresas.

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts