CMS: o que é e como escolher o melhor para o seu blog

Saiba o que é necessário considerar na hora de contratar um serviço de Content Management System


Table of Contents


Ilustração: Tela de um computador com recursos de um CMS.A escolha do CMS é um fator crucial para alcançar bons resultados por meio de um blog. 

Afinal de contas, trata-se do alicerce das estratégias de conteúdo, a plataforma na qual as bases da comunicação com o consumidor são estabelecidas. 

Não importa quão valioso seja o seu conteúdo, é preciso gerenciá-lo, realizar alterações, programar funcionalidades e fazer com que chegue ao leitor da melhor forma possível. 

Além disso, precisa ser adequado à sua equipe e facilitar o trabalho dos colaboradores, acelerando e simplificando os processos de publicação. 

Se você quer saber o que é um CMS e como escolher a melhor opção para o seu blog, chegou ao lugar certo. No texto a seguir, saiba as respostas para essas questões. 

O que é um CMS?

CMS (Content Management System ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) é uma ferramenta que permite criar websites e gerenciar seu conteúdo. Sem uma plataforma de CMS, uma pessoa precisaria aprender programação para ter um site. 

Ou seja, um CMS facilita na criação e gestão do conteúdo, features e design de um site. 

Para blogs, que representam a força motriz de estratégias de SEO (Search Engine Optimization), tais softwares são essenciais, pois dão suporte à publicação, edição e administração de blog posts. 

Alguns critérios utilizados na escolha de um bom CMS são: 

  • Facilidade de utilização
  • Frequência de atualização
  • Ferramentas de design
  • Extensões e plugins
  • Portabilidade de dados
  • Suporte ao cliente.

Quais são os CMSs para blog disponíveis na web?Imagem abstrata: um homem com um notebook sobre o joelho. No lugar de sua cabeça há uma nuvem.

Os CMSs são utilizados para diferentes objetivos. Podem suportar sites, lojas virtuais, clubes de assinatura, hotsites, entre outros formatos de páginas na web.

Existem plataformas flexíveis, que se adequam a diferentes necessidades. Outras são específicas para um formato, como os CMSs com foco em ecommerce.

Para gestão de blogs corporativos, algumas opções são: 

  • Wordpress.org
  • Wordpress.com
  • Hubspot
  • Ghost
  • Wix
  • Blogger
  • Joomla
  • Drupal.

Como escolher um CMS para o meu blog?

Imagem: uma mão segurando uma engrenagem.Para escolher um CMS para o seu blog, é preciso levar em consideração que, muito provavelmente, ele também gerenciará o seu site, loja virtual ou qualquer outro canal necessário para o seu negócio. 

Então, se você pretende iniciar uma estratégia de blog, podemos destacar CMSs voltados ao comércio eletrônico e focar somente naqueles que fazem a gestão completa, incluindo o marketing de conteúdo. 

Dito isso, vamos observar algumas importantes considerações a serem feitas na hora de tomar a decisão de qual CMS escolher. 

1. Liste as necessidades do seu negócio

Um CMS pode vir acompanhado de uma série de funcionalidades. Porém, recursos em excesso podem representar desperdício de recursos. 

Por isso, o primeiro passo consiste em listar aquilo que será necessário para o seu site. 

Você prefere que ele seja simples e intuitivo ou que ofereça múltiplas opções de personalização? Ele precisa estar integrado com outros canais digitais? Quanto você está disposto a pagar pela plataforma?

Essas perguntas podem ajudá-lo a dar o primeiro passo na escolha. 

inbound-marketing-prosperidade

2. Verifique o CMS escolhido pelos concorrentes

Uma boa ideia para tomar a decisão final é verificar qual é o CMS escolhido pelos concorrentes. 

Isso porque, possivelmente, eles têm as mesmas necessidades de entrega de conteúdo que o seu negócio. 

3. Pense nas operações da sua equipe

Apesar de a observação dos concorrentes apresentarem necessidades semelhantes, nem sempre as equipes e recursos operacionais são os mesmos. 

Um time pode contar, por exemplo, com desenvolvedores, profissionais de SEO e designers, o que facilita na gestão de CMSs mais complexos. 

Para equipes menores, o oferecimento de templates e personalização simplificada pode ser uma mão na roda. 

4. Avalie os preços e condições

Existem CMSs gratuitos e pagos. Contudo, existem diferentes níveis de segurança, customização, armazenamento, backup e outras configurações. 

Algumas ferramentas aceitam o pagamento mensal, outras exigem o pagamento anual. Há também planos diversos, que podem ser aprimorados posteriormente. 

Avaliar as questões financeiras é muito importante para fazer um bom uso do orçamento. 

5. Pesquise sobre o suporte da plataforma

Certamente você precisará contar com o auxílio do suporte em algumas ocasiões. Isso é de suma importância, já que até mesmo um dia com o blog fora do ar pode ocasionar uma perda significativa de receita para a empresa. 

Assim, pesquisar sobre o suporte, horários de atendimento e, principalmente, a qualidade do serviço prestado, é uma ação necessária para realizar a escolha. 

6. Cheque as características da ferramenta

Cada ferramenta de CMS é única. Por isso, avaliar quais são as principais funcionalidades (e se elas se encaixam nas suas necessidades) é o passo mais valioso. 

Lembre-se, também, de verificar as integrações com outros softwares utilizados (como ferramentas de CRM, email marketing e redes sociais), pois isso certamente pode ajudar na performance da sua equipe de marketing. 

Como vimos, escolher um bom CMS para blog é uma tarefa que exige detalhamento e uso da inteligência de negócios. 

A partir desse ponto, é preciso começar a produzir conteúdo relevante para atrair e converter visitantes. 

Se você deseja contar com uma agência especializada em conteúdo, entre em contato conosco. Será um prazer avaliar uma potencial parceria com a sua empresa. 

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts