Como melhorar a velocidade de carregamento do site?

Entenda como esse fator é importante para aspectos de SEO e UX



Ilustração: uma mulher sentada na poltrona mexendo em um notebook. Por detrás dela há um velocímetro, representando a velocidade de carregamento do site.

A velocidade de carregamento de site é um tópico importantíssimo quando o assunto é sobre as boas práticas de SEO.

O tempo em que o conteúdo de uma página leva para aparecer também influencia aspectos como a experiência do usuário (UX) e o funil de marketing.

Por isso, as marcas que desejam atrair mais visitantes para seus sites, convertê-los em leads, transformá-los em clientes e, por fim, fidelizá-los não podem ignorar o tempo de carregamento de suas páginas.

Uma user experience (termo em inglês) ruim afeta o tempo de permanência do internauta no site e derruba métricas importantes, o que prejudica no ranqueamento da SERP. A pessoa se sente frustrada ao entrar em uma página na qual o conteúdo não carrega direito e desiste de navegar.

Entenda mais detalhes sobre a velocidade de carregamento de sites, por que ela é importante em estratégias de marketing digital e saiba como medir e diminuir o tempo de abertura das páginas.

O que é velocidade de carregamento do site?

A velocidade de carregamento de site é o tempo que uma página leva para exibir seu conteúdo completamente em celulares ou desktops. Ou seja, trata-se do período entre o acesso que o usuário faz e a exibição de todos os textos, vídeos e imagens presentes ali.

Apesar disso também depender de fatores como a qualidade de conexão de internet do usuário, os próprios sites influenciam, de forma positiva ou negativa, o tempo de carregamento de suas páginas.

No ambiente digital é comum se deparar com sites que apresentam uma tela em branco ao serem acessados. E o conteúdo passa a aparecer aos poucos – títulos, textos, fotos e vídeos, de acordo com o peso de cada um. 

Quando isso acontece, significa que o site apresenta lentidão, já que os elementos da página não aparecem assim que o acesso é realizado.

Em situações opostas, nas quais todo o conteúdo é mostrado em segundos ou milésimos após o acesso, significa, obviamente, que o tempo de carregamento é rápido.

Essa velocidade é essencial para diversos aspectos no relacionamento com visitantes, leads e clientes, como veremos a seguir.

Por que a velocidade de carregamento do site é importante?

Print de tela da página inicial da Prosperidade Conteúdos no Google. Ao lado, o símbolo de carregamento de página.

Quanto menor a velocidade de carregamento de um site, melhor para usuários e, principalmente, para a marca responsável pela página.

Um dos motivos tem relação com a otimização de sites para motores de busca, já que o tempo de carregamento é um dos fatores de ranqueamento de buscadores como o Google.

Entre os inúmeros critérios que a empresa utiliza para posicionar páginas em seus resultados está a velocidade de carregamento do site.

Quanto menor ela for, mais o Google entenderá que o domínio oferece uma boa experiência aos usuários e melhor a página estará ranqueada. Isso, por sua vez, melhora a busca orgânica.

Por falar em experiência do usuário (UX), ela também é impactada pelo tempo que o site demora para exibir seu conteúdo completamente.

Quanto maior a espera, pior a experiência de leitura dos visitantes, que não terão acesso a todas as informações da página rapidamente.

Isso pode causar o abandono da página, o que resulta em altas taxas de bounce rate, ou seja, de visitantes que entram no site e saem dele logo em seguida, sem realizar nenhuma interação.  

Como consequência, a marca terá mais dificuldade em atrair visitantes para suas páginas, mantê-los em navegação pelo site ou induzi-los a realizar cadastros em newsletters ou baixar conteúdos, por exemplo.

Sem essas interações, uma empresa não consegue converter visitantes em leads e terá ainda mais problemas para conseguir novos clientes.

Portanto, quanto mais rápido for o carregamento de um site:

  • Melhor será a sua posição no Google;
  • Mais positiva será a experiência do usuário;
  • Maior será a probabilidade de reter visitantes e convertê-los em leads e clientes.

Como medir a velocidade de carregamento do site?

Pesquisas indicam que o tempo ideal de carregamento de página é de até 5 segundos, sendo que especialistas do próprio Google já indicaram o período de 2 segundos como o de melhor desempenho.

Isso indica que a velocidade de um site exibir seu conteúdo por inteiro deve ser a mais rápida possível, para evitar frustrações dos usuários e, também, mostrar aos buscadores que a página traz experiências positivas aos visitantes.

Para medir a velocidade de um site é possível usar ferramentas como:

  • Google PageSpeed Insights, que sugere melhorias em versões desktop e mobile de páginas;
  • GTmetrix, ferramenta que traz relatórios sobre a velocidade do site e sugestões para acelerar o tempo;
  • Lighthouse, que pode ser usado como extensão do Google Chrome ou inserido em linhas de comando, para auditar sites e mostrar velocidade e qualidade das páginas.

Como melhorar a velocidade de carregamento do site?

Imagem abstrata: um computador de mesa. Por detrás dele há um homem, mas só é possível visualizar seus braços, posicionados em um gesto de indagação.

Existem diferentes maneiras de acelerar a velocidade de carregamento de páginas.

Uma delas envolve a redução do tamanho das imagens (peso), já que elas influenciam no tempo que a página leva para exibir um conteúdo inteiro.

É importante otimizar fotos, ilustrações e outros tipos de imagens:

  • Reduza o tamanho das imagens com recursos como o Tinypng ou Optimus;
  • Faça o upload das imagens nos formatos indicados para o site, ou seja, nas proporções de altura e largura apropriadas para a página;
  • Use formatos de imagem como JPEG 2000, JPEG XR e WebP, em vez de JPEG e PNG, que são mais pesados. 

Outra ação que ajuda a acelerar a exibição de conteúdo em sites é criar as chamadas AMPs (Accelerated Mobile Pages). São páginas com código aberto que aceleram o carregamento de sites em dispositivos mobile e podem ser geradas via plugins, como o AMP for WP.

Por fim, mais uma ação que contribui para melhorar o carregamento de sites é usar páginas responsivas, que não necessitem de alteração na URL para funcionar em dispositivos móveis ou em desktop.

Dessa maneira, o mesmo endereço eletrônico será exibido para usuários, independentemente do dispositivo usado para acessar a página.

Para saber mais sobre como melhorar o funcionamento de sites e transformá-los em ativos para conversão de leads e vendas, entre em contato conosco.

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts