Newsletter: o que é e como conquistar clientes com ela

Periódico enviado por email é estratégia para nutrir leads e estreitar laços com cliente


Table of Contents


Ilustração: uma mulher sentada sobre um aviãozinho de papel mexendo em um notebook, representando a newsletter.

A newsletter é uma importante estratégia de conteúdo. Esse tipo de periódico faz parte das ações de email marketing e permite um relacionamento mais próximo com seu público-alvo e clientes.

Uma newsletter pode ser informativa, com conteúdo relevante e de qualidade, mas também serve para apresentar novidades de uma marca, divulgar ações e eventos ou atrair público para outros canais de comunicação, como o blog ou o próprio site da empresa.

Saiba mais sobre a newsletter, de que maneira ela é utilizada no marketing e como criar a sua de forma efetiva. Siga conosco neste artigo!

O que é uma newsletter?

A newsletter é um tipo de conteúdo enviado por email, de modo periódico (diário, semanal, quinzenal ou mensal), que pode abordar temas específicos, tendências, notícias, etc. É uma importante estratégia para criar um relacionamento mais próximo com seu público-alvo (nutrí-lo) ou com quem já é cliente.

Esse tipo de serviço é oferecido aos usuários que têm interesse em seguir sua marca. Isso se dá por meio do preenchimento de formulários, cliques em CTAs e outros. 

Perceba que é uma estratégia que já traz benefícios antes mesmo do disparo da primeira mensagem, pois você conseguiu leads a cada cadastro efetuado.

Ao se comunicar com seu público-alvo por meio de uma newsletter, as marcas conseguem uma relação mais próxima e natural, sem necessariamente fazer ofertas de produtos ou serviços. O que não impede a conversão de clientes, muito pelo contrário.

Como a newsletter é utilizada no marketing?

Uma mão segurando um envelope sai de dentro de um notebook.

A newsletter é usada no marketing para os mais diversos objetivos. Esse recurso ajuda marcas a se comunicarem tanto com clientes em potencial (também chamados de leads) quanto com quem já adquiriu soluções de uma empresa.

Com a newsletter é possível atingir leads que estão em todos os estágios do funil de marketing:

  • Topo do funil - que devem ser atraídas para os canais da marca para conhecê-la;
  • Meio do funil - que ainda precisam de mais interações antes de fechar a compra;
  • Fundo do funil - quando os consumidores já estão preparados para fechar negócio ou já são clientes recorrentes.

Vale ressaltar que, além de se comunicar com potenciais clientes, a newsletter também pode servir como ferramenta de relacionamento com quem já comprou produtos e serviços.

Outro uso da newsletter no marketing é atrair o público para os demais canais utilizados pelo negócio, como blog, site e redes sociais.

5 dicas para criar uma boa newsletter

1. Envie conteúdos relevantes

O conteúdo da newsletter deve fazer a diferença na vida de quem recebe. Por isso é necessário considerar que os temas tratados nesse tipo de comunicação são adequados e relevantes para seu público.

O ideal é obter o máximo de informações sobre quem se cadastrou na newsletter e contar com personas, que são personagens fictícios usados para representar os clientes de uma empresa.

Ao saber quem é o seu público alvo (e a demanda deles), é possível tanto criar quanto selecionar os assuntos de interesse dele.

A segmentação também é importante, pois a partir dela você pode criar mensagens cada vez mais personalizadas, diminuindo muito o risco de o email não ser aberto.

2. Preocupe-se com a experiência de leitura

A experiência de leitura na newsletter faz a diferença para o engajamento do público com os conteúdos divulgados no email.

Afinal, é necessário preocupar-se com o conforto que usuários têm ao ler textos no ambiente digital.

Layouts simples, fundo branco, cores que fazem referência à marca sem poluir o campo de visão e fontes agradáveis às telas de celular ou computador são exemplos de aspectos que devem ser considerados na criação da newsletter.

Também é preciso considerar o comprimento de parágrafos e textos e apresentar o conteúdo de maneira organizada, atrativa, clara e concisa. 

3. Defina remetente, assunto e preheader com atenção

O remetente, o assunto e o preheader da newsletter (texto do email que vem logo após o assunto e é visualizado na caixa de entrada) podem fazer a diferença na abertura dos emails enviados.

Procure adotar remetentes que mostrem ao público quem enviou aquela mensagem.

Algumas empresas usam o nome da marca. Outras preferem usar nomes de pessoas responsáveis pelo marketing e comunicação do negócio, o que pode aproximar mais o público dependendo da situação.

O assunto e o preheader devem ser atrativos, estimular a abertura do email com informações que sejam relevantes para os leads ou clientes.

4. Use imagens com cuidado

É possível utilizar imagens em newsletter e torná-las complementares ao conteúdo apresentado no email.

Porém, existem serviços de mensagens que desconfiguram a exibição de fotos e outros elementos gráficos, o que prejudica a experiência de leitura. Ao colocar imagens, prefira as mais leves e tenha cuidado com a quantidade. 

5. Inclua chamadas de ação e botões

Uma mão segurando um smartphone. A pessoa lê uma newsletter.

Os chamados CTAs (call to action, ou chamada para ação) e botões são recursos importantes para uma newsletter.

Isso porque ajudam o leitor a realizar alguma ação que a marca deseja, como clicar em uma notícia ou inscrever-se em um evento, por exemplo.

Com os botões e CTAs, é possível incluir hiperlinks que vão direcionar clientes para outros canais da empresa, como blogs, sites e landing pages.

Se você quer montar uma boa estratégia de conteúdo que envolva newsletters e outros formatos, entre em contato conosco e aproveite as oportunidades do marketing digital para a sua marca.

Nova call to action

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber tendências e análises sobre as melhores práticas de marketing digital

Últimos Posts